Como otimizar suas campanhas de anúncios no Google

Colocar uma campanha para funcionar é uma tarefa relativamente fácil, mas aumentar a taxa de clique, de conversão, as pontuações de qualidade dos anúncios e seu retorno sobre investimento são os grandes desafios e objetivos de quem trabalha com publicidade. Entretanto, a falta de domínio das ferramentas ou de atenção a ajustes na otimização podem diminuir o alcance e o impacto que seu conteúdo tem potencial para atingir.

Para isso, vamos destacar alguns pontos e estratégias básicas, mas que podem otimizar suas campanhas e garantir mais efetividade com o Google Ads, assim como melhores resultados:

  • Clareza: a url de visualização precisa ser curta, legível (use hífens), conter sua palavra-chave e levar, de fato, para uma página de destino que tenha relação direta com o conteúdo anunciado.
  • Correspondência: as palavras-chave devem se relacionar ao público e ao anúncio, para isso, é recomendável uma seleção temática e equilibrada, mais focada em termos específicos do que amplos.
  • Filtragem: termos negativados podem filtrar as buscas e páginas interessantes aos seus objetivos, assim evitará as que têm pouca probabilidade de conversão, sobre tópicos irrelevantes, e o pagamento por cliques desnecessários.
  • Personalização: anúncios devem ser reaproveitados para públicos diversos, de acordo com a segmentação (idade, sexo, localização, horário), personalize a chamada e teste para identificar as melhores versões em cada grupo.
  • Direcionamento: o call to action, o CTA, é um recurso indispensável, é preciso convidar, convencer e conduzir a pessoa que vê seu anúncio para a ação que espera dela.
  • Complementação: mecanismos extras e gratuitos como extensões (chamada, local, preço, dados ou links adicionais) podem trazer mais informações úteis e atrair mais seu público durante a concorrência.
  • Adaptação: se seu público costuma navegar via celular, seu site e os anúncios também precisam ser responsivos, adaptados em design e funcionalidades para dispositivos móveis, o que eleva seu índice de qualidade.

Todos esses pequenos pontos de otimização podem ser motivos para que suas campanhas alcancem (ou não) os resultados esperados. Eles são simples, mas não podem ser negligenciados pois, sem um olhar atento e constante para implementá-los, analisá-los e ajustá-los conforme as campanhas rodam, conhecendo e monitorando todas as métricas importantes, sua estratégia estará sempre desatualizada e repleta de falhas.

Quer receber conteúdo exclusivo no seu e-mail?
Obrigado pelo cadastro!

Um cuidado específico com as palavras-chave pode ser o primeiro passo, testando variações das que performam melhor, pausando as que não e negativando as que podem estar dando gastos desnecessários. O Planejador do Google é um ótimo auxílio para entender quais termos se aplicam mais em cada campanha. Também, invista tempo e esforços em melhorar a classificação dos seus anúncios, tornando-os cada vez mais acertados e atraentes.

Em suma, para melhorar seu desempenho, reveja suas campanhas, identifique quais desses passos fazem sentido para o seu negócio e precisam ser otimizados. Com certeza, aplicando e testando variações em cada um deles, o gerenciamento se tornará mais lógico e prático desse momento em diante, gerando menos custos e tornando sua marca e seus anúncios mais relevantes ao público, além de conectá-la aos clientes ideais de forma precisa.